Notícias a toda hora!

Confira a última conversa da jovem que foi morta após oferecer carona

720

A jovem Kelyy Cadamuro de 22 anos foi assassinada em Minas Gerais, e foi alertada sobre conceder caronas a estranhos.

Notícias  Confira a última conversa da jovem que foi morta após oferecer carona
Foto: Reprodução

De acordo informações, Kelyy Cadamuro, teria sido assassinada entre as cidades de Itapagipe e frutal, em Minas Gerais, pelo homem que ofereceu carona, provavelmente a matou na noite da última quarta-feira 01/11.

Notícias  Confira a última conversa da jovem que foi morta após oferecer carona
Foto: Reprodução

Veja Também: Gato é pego em flagrante traficando para dentro de presídio mas é capturado por cão; confira

Marcos Antônio da Silva, o namorado de Kelyy de 28 anos, revelou os prints da sua ultima conversa com a namorada. Confira como foi a última conversa da vítima com o namorado:

Notícias  Confira a última conversa da jovem que foi morta após oferecer carona
Foto: Reprodução

Pelas mensagens Marcos pergunta se as pessoas que iriam pegar carona já haviam chegado, mas Kelyy diz que somente um homem tinha chegado e a outra mulher não compareceu. Preocupado, o namorado alerta, “cuidado”.

A ultima conversa o casal foi registrada ás 19h24 da noite, quando Kelyy responde avisando que tinha parado pra abastecer.

Veja Também: Bebês de famosos que estão dando um show de fofura na web; confira

Sua última visualização no WhatsApp foi ás 19h42. Pelos prints fornecidos pelo namorado, podemos notar que depois das 20h49 da noite, o celular da vítima fica sem internet e todas as mensagens do namorado não são recebidas.

Na última sexta-feira dia 03/10, a polícia paulista e mineira prenderam 3 suspeitos no envolvimento do crime. De acordo com a polícia, Kelyy foi estrangulada e asfixiada. A policia ainda aguarda os resultados dos exames para saberem se houve violação sexual.

Confira as Imagens do pedágio onde aparece o veículo da vítima sendo dirigido por um homem.

Notícias  Confira a última conversa da jovem que foi morta após oferecer carona
Foto: Reprodução